Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Cientistas descobriram o réptil mais antigo da Antártida

Estás a ler: Cientistas descobriram o réptil mais antigo da Antártida

Os paleontólogos acabaram de descobrir os restos de um plesiossauro, um réptil marinho que data da era mesozóica. Os restos do animal foram encontrados durante uma busca de um mês em uma área remota da Península Antártica. De acordo com as análises realizadas, os fósseis têm 150 milhões de anos. É o réptil mais antigo descoberto no continente.

O crédito pela descoberta vai para um grupo de pesquisadores argentinos do Conselho Nacional de Pesquisas do país (CONICET). Inicialmente, os quatro membros da equipe exploraram o local com o objetivo de coletar informações. Eles esperavam ser capazes de encontrar novas trilhas para liderar suas futuras expedições.

lago subglacial

O interesse da descoberta está no fato de bater o recorde registrado até hoje em aproximadamente oitenta milhões de anos.

Eles reconstruíram todo o esqueleto

Como lembrete, a Antártida é uma das áreas menos exploradas do globo. O local está localizado a poucos quilômetros da base de Marambio, na Argentina. O trabalho de pesquisa foi apoiado pelo Instituto Antártico da Argentina, uma filial da Agência Nacional Antártica do Ministério das Relações Exteriores.

O réptil marinho mais antigo conhecido até hoje data do Cretáceo, período que se estende entre 66,4 a 145 milhões de anos atrás.

Os pesquisadores descobriram pela primeira vez “uma pequena parte do corpo”, consistindo em “algumas vértebras dorsais e costelas”. Então, mais adiante, encontraram o resto dos ossos da fera pré-histórica.

Seis a sete metros de comprimento

“Foi uma grande alegria. Sabíamos que poderíamos encontrar muitos répteis aquáticos, mas isso foi realmente extraordinário”, disse entusiasmado O’Gorman, da Universidade de La Plata Juan Patricio, especialista em ambiente aquático jurássico.

“É um ser vivo de seis a sete metros de comprimento. É um plesiossauro de tamanho médio”, explicou.

“A campanha foi muito produtiva, detectamos uma grande quantidade de fósseis de peixes do período Jurássico o que melhora consideravelmente nosso conhecimento sobre a fauna desse período na Antártica”, acrescentou. Definitivamente, os pesquisadores obtiveram mais resultados do que esperavam inicialmente.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.