Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Descoberto por acidente, este vidro de autocura não precisa de calor

Estás a ler: Descoberto por acidente, este vidro de autocura não precisa de calor

Nosso relacionamento com as telas é de fragilidade literal. Racha, lasca e trava ocasionalmente. E isso arruina nossos smartphones, seja iPhone ou Pixel. A safira sintética já foi aclamada como nosso novo herói resiliente, mas provou ser caro ser prático em larga escala. A Motorola brincou com plásticos para criar um ShatterShield que simplesmente arranhava com muita facilidade. E não é patenteada uma solução enigmática de “vidro de memória”, necessitando de áreas concentradas de calor e sem lascas.

Bem, entre no Japão e novas pesquisas que começaram acidentalmente na Universidade de Tóquio. Agora, os cientistas afirmam que o vidro feito de “poliéter-tioureia” requer apenas pressão produzida manualmente para corrigir possíveis rachaduras e costuras, mas também é “altamente robusto mecanicamente”.

De acordo com O guardião, o estudante de graduação Yu Yanagisawa realmente pretendia trabalhar esse polímero em uma forma de cola, mas havia brincado com ele o suficiente para perceber que duas partes de poliéter-tioureas se ligavam fortemente quando colocadas juntas à temperatura ambiente e que todo o material recuperava sua força original em apenas duas horas.

Este é provavelmente um dos desenvolvimentos mais promissores da tecnologia do vidro, mas serão necessárias muito mais pesquisas para ver se os sensores de toque, LEDs e outros elementos conseguirão atravessar o vidro da melhor maneira possível – se isso acontecer.

O relatório completo está disponível através do Ciência, link abaixo.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.