Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Este popular aplicativo de namoro não está mais disponível na China

Estás a ler: Este popular aplicativo de namoro não está mais disponível na China

Atualmente, não é mais possível para os cidadãos chineses baixar o Grindr em seus dispositivos móveis. De fato, há algum tempo, o aplicativo de namoro voltado para pessoas LGBTQ foi removido da App Store na China, bem como dos mercados de aplicativos Android no país.

Crédito – Grindr/App Store

A informação foi divulgada na segunda-feira, 31 de janeiro, pela Bloomberg. Para a App Store, a mídia informa que a retirada do aplicativo foi feita no dia 27 de janeiro. No que diz respeito aos marketplaces Android, no entanto, ninguém sabe realmente há quanto tempo o aplicativo está indisponível lá.

Grindr, vítima de censura na China?

Tudo sugere que o aplicativo de namoro está sujeito a uma proibição das autoridades do Império Médio. Estes últimos certamente nada disseram a respeito, porém o desaparecimento do aplicativo ocorre em um momento em que o país aumenta a intensidade da repressão contra conteúdos considerados ilegais.

O que alguns observadores dizem ser uma exclusão ocorreu dias depois que Pequim reafirmou sua determinação de reprimir pornografia, conteúdo ilegal e atividades maliciosas online. Oficialmente, a China nunca declarou que a homossexualidade se enquadra em nenhuma dessas categorias.

No entanto, nos últimos meses o governo chinês multiplicou as ações que mostram agora uma certa intolerância em relação à homossexualidade. O órgão de censura do país, por exemplo, proibiu a propaganda homossexual na mídia chinesa.

Portanto, não está excluído que a China tenha decidido atacar aplicativos como o Grindr, que claramente não compartilha a mesma visão das autoridades do país. Ainda assim, nos últimos anos, a China se destacou por sua capacidade de remover aplicativos que não gosta das lojas de aplicativos.

No passado, o país já eliminou aplicativos de podcast, cartão bancário e jogos. Aplicativos de jogos geralmente são o principal alvo da censura. Este último já apagou dezenas de milhares. No entanto, esta é a primeira vez que a China assume um aplicativo como o Grindr.

LEIA TAMBÉM: GRANDE MULTA PARA GRINDR

China, um mercado difícil para tecnologia estrangeira

O fato de ser um dos maiores mercados do mundo não necessariamente faz da China um paraíso para todos. Em seu desejo de ter controle absoluto sobre seu mercado, a China não hesita em colocar as empresas estrangeiras de tecnologia em uma verdadeira provação.

Uma situação que obrigou, por exemplo, grandes nomes como Microsoft e Epic Games a cancelar algumas de suas ofertas ao povo chinês. A partir de outubro de 2021, o LinkedIn não está mais disponível na China. Mesma coisa com Fortnite cuja versão chinesa foi oficialmente fechada pela Epic Games.

Outros como a Apple de alguma forma conseguem se manter neste mercado. Mas para isso, a empresa de Cupertino, como muitas outras, é obrigada a fazer muitos compromissos. Sobre a remoção do Grindr da App Store chinesa, a Apple disse que é obrigada a cumprir as leis locais, apesar das divergências sobre o curso de ação correto.

Além disso, deve-se dizer que a retirada do Grindr poderia, em última análise, deixar Blued e outras alternativas locais felizes. Ao contrário do aplicativo dos EUA, eles continuam disponíveis nas várias lojas de aplicativos da China.

Fonte: The Verge

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.