Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Foxconn: foco em automação de fábrica

Estás a ler: Foxconn: foco em automação de fábrica

foxconn, subcontratada da empresa Apple, substituiu 60.000 trabalhadores em uma de suas fábricas por robôs em maio passado. Esta fábrica, localizada em Kunshan, na China, viu sua força de trabalho cair pela metade. A Apple planeja trazer a linha de produção de seu smartphone na Ásia para os Estados Unidos. Essa ideia de repatriação foi prometida pelo presidente dos EUA, Donald Trump, antes das eleições.

Segundo Tim Cook, esta tendência de robotização permitirá aos EUA gerir a escassez de mão de obra qualificada no território. O CEO da Apple acrescentou ainda que o país não está bem assistido em termos de logística. Para o CEO, a introdução destas máquinas automatizadas é a solução certa para reduzir as dificuldades associadas ao fabrico do produto Apple.

iPhone Foxconn

De acordo com o Nikkei, a Apple já apresentou um pedido para transferir sua cadeia de fabricação do iPhone para os Estados Unidos para essas duas subcontratadas taiwanesas Foxconn e Pegatron.

Automação em várias etapas

Há anos, a Foxconn vem trabalhando em um projeto para substituir alguns de seus trabalhadores por robôs. Em 2014, a empresa conseguiu adquirir seus próprios robôs. No entanto, este último não poderia cobrir inteiramente todos os pontos humanos. Eles não conseguiram iniciar o processo de montagem do iPhone.

Dois anos depois, a situação é diferente. A gigante chinesa de fato desenvolveu novos processos de produção em suas fábricas para que os robôs possam cuidar de todo o trabalho.

A primeira etapa da automação total visa que os robôs executem todas as tarefas perigosas ou difíceis para os trabalhadores. A segunda consiste em estender essa robotização a todo o processo de produção com o auxílio de humanos.

Da admissão de Dia Jia-Peng: “Vamos automatizar toda a fábrica, não apenas as linhas de produção. Manteremos um número mínimo de funcionários humanos para testes, supervisão, produção e logística”. Então esse é o passo final.

Após o pedido da Apple para transferir sua linha de fabricação para os EUA em junho passado, a Foxconn se deu ao trabalho de se interessar pelo assunto. O grupo taiwanês chegou mesmo a admitir ter discutido esta ideia com a marca da maçã.

A Pegatron, por sua vez, recusou diretamente a oferta, alegando questões de custo. “Construir iPhones nos EUA significa dobrar o custo”anuncia o subcontratado.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.