Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

França: uma “ecotaxa” será aplicada à maioria dos voos a partir de 2023

Estás a ler: França: uma “ecotaxa” será aplicada à maioria dos voos a partir de 2020

Na terça-feira, 9 de julho, a Ministra dos Transportes da França, Elisabeth Borne, anunciou o projeto de implantação de uma “ecotaxa” em um grande número de voos a partir de 2020. Segundo suas explicações, esta decisão foi tomada para apoiar financeiramente outros meios de transporte. transportes considerados menos poluentes, como o comboio.

Borne disse que este novo imposto vai arrecadar mais de 176 milhões de euros por ano, um montante que contribuirá enormemente para financiar os transportes que a população utiliza diariamente.

No entanto, a ecotaxa não se aplica a todos os voos na França. Aplica-se apenas a voos com origem no país. Assim, os voos de ligação, os voos com desembarque em território francês e as viagens à Córsega ou a territórios ultramarinos estarão isentos do novo imposto.

Um aumento inevitável nos preços dos bilhetes

O custo do imposto não será o mesmo para todos os tipos de voo e será naturalmente adicionado ao preço dos bilhetes. O valor varia de acordo com o tipo de bilhete e a distância da viagem. Para viagens domésticas dentro do território, os preços dos bilhetes aumentarão ligeiramente em 1,5 euros. Já as viagens em “classe executiva” para países fora da UE custarão 18 euros a mais.

A França não é o primeiro país a aplicar esse tipo de imposto nas viagens aéreas. A Alemanha, por exemplo, adiciona um imposto verde que varia de 8 a 45 euros ao preço das passagens aéreas. Por outro lado, a Suécia aplica o mesmo tipo de imposto desde o ano passado.

O que as companhias aéreas pensam

Nem todas as companhias aéreas francesas concordam com esta nova decisão. A Air France, por exemplo, declarou que “desaprovava fortemente” o plano anunciado pelo ministro dos Transportes. De acordo com as explicações dadas pela empresa, esta iniciativa fará com que todas as suas companhias aéreas percam até 60 milhões de euros por ano.

O porta-voz da Air France manifestou a sua preocupação e disse que esta medida seria extremamente penalizadora para a companhia, cuja metade dos voos são operados fora de França. Ele também anunciou que os voos domésticos já sofreram perdas significativas de até 180 milhões de euros em 2018 e que a ecotaxa só vai piorar a situação.

Embora Borne tenha assegurado às companhias aéreas francesas que o projeto não pretendia penalizá-las, as repercussões da iniciativa sobre essas companhias já se fazem sentir. Esta é, de fato, uma das razões para a queda de 3% no preço das ações da Air France logo após o anúncio de terça-feira.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.