Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Intel lança duas câmeras capazes de ver o mundo em 3D

Estás a ler: Intel lança duas câmeras capazes de ver o mundo em 3D

Intel acaba de desferir um golpe ao oferecer duas novas câmeras de um tipo um tanto especial a preços acessíveis. Estes últimos são realmente capazes de “ver” em 3D e detectar profundidade graças ao chip RealSense D4 integrado. Eles são especialmente projetados para desenvolvedores e fabricantes, mas não apenas.

Particularmente fáceis de usar, essas duas novas câmeras, denominadas D415 e D435, também foram projetadas para fins educacionais. A Intel estudou notavelmente seus fator de forma e como eles funcionam para que possam ser usados ​​facilmente na sala de aula. Assim, um único cabo USB permite conectá-los a praticamente qualquer dispositivo, e um software que permite explorar suas especificidades (o RealSense SDK 2.0, um kit de desenvolvimento de código aberto e plataforma cruzada) está incluído no pacote.

Além de um possível escopo educacional, a Intel naturalmente pensou em duas áreas muito populares ao projetar seus dois novos sensores: o de drones e AR/VR. Depois que a Apple popularizou a detecção 3D e levou em conta a profundidade com seu FaceID, a Intel pode muito bem, com seus D415 e D435, oferecer uma solução visivelmente eficaz, capaz de invadir o mercado de várias formas.

Um preço acessível e uma visão que vai além do 3D para a Intel

Em seu comunicado de imprensa, a empresa Santa Clara cede a palavra a Sagi Ben Moshe, seu vice-presidente responsável pela tecnologia RealSense. Ele indica: “Muitos dispositivos atuais empregam reconhecimento visual 2D. Com a tecnologia RealSense, vamos redefinir o futuro dessas tecnologias para que elas se beneficiem de uma visão “humana” e possam realmente enriquecer a vida das pessoas (…)“.

Se pudermos tirar sarro da conversa de marketing do porta-voz da empresa, devemos reconhecer que, se a Intel conseguir convencer os fabricantes (em particular) em massa a integrar suas câmeras 3D em vez de sensores “clássicos”, nossa vida diária pode mudar mais rapidamente do que o esperado.

Agora resta saber se a “visão” em 3D é tão útil quanto a Intel quer dizer no dia a dia. Só o futuro nos dirá. De qualquer forma, o modelo D415 será vendido a 149 dólares, enquanto seu irmão mais novo, o D435, será oferecido a 145 dólares. A diferença entre os dois sensores vem principalmente de seu campo de visão (mais estreito e mais preciso para o D415, mais amplo e adaptado a paisagens para o D435). Ambos os modelos já estão disponíveis para pré-venda.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=4&v=E5feqYIQA0o

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.