Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Mas, a propósito, por que as galáxias têm formas diferentes?

Estás a ler: Mas, a propósito, por que as galáxias têm formas diferentes?

Muitas galáxias ocupam a vastidão do universo. Alguns deles são azuis e parecem redemoinhos. Outros são vermelhos e esféricos. Existem também galáxias de formato irregular.

Os pesquisadores realizaram um estudo para explicar a origem dessas diferentes galáxias. Acontece que sua aparência é produto do evento que contribuiu para sua formação e que permite determinar sua idade de forma aproximada.

Créditos Pixabay

Este estudo, publicado no site Live Science, foi realizado por cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) e da Universidade Swinburne, na Austrália.

Origens fascinantes

Segundo os pesquisadores, as galáxias mais conhecidas são aquelas com formas elípticas e espirais. Além de sua aparência, essas galáxias diferem em sua origem. As galáxias espirais têm uma forma achatada, semelhante a um disco, com uma protuberância esférica no centro chamada protuberância. Este tipo de galáxias se originam de nuvens de hidrogênio. As partículas gasosas se juntam sob o efeito da gravidade. Então, à medida que os átomos de hidrogênio se aproximam, as nuvens começam a girar para aumentar sua massa coletiva. O colapso do gás, causado pela gravidade, resulta posteriormente na formação de um disco em turbilhão.

O caso das galáxias elípticas é diferente. Estas devem a sua forma à fusão de duas galáxias de massa igual. Robert Basset, um astrofísico da Universidade Swinburne, disse que essas galáxias são caracterizadas por movimentos mais aleatórios. Galáxias espirais são consideradas jovens. As galáxias de formato elíptico, por outro lado, são mais antigas.

Descobrindo galáxias lenticulares e irregulares

Nem todas as fusões galácticas resultam na formação de galáxias elípticas. Alguns deles criam galáxias que não são nem espirais nem elípticas. Essas galáxias, chamadas irregulares (por causa de sua forma), são geralmente anãs e compostas por diferentes componentes.

Finalmente, existem as chamadas galáxias lenticulares. Eles estão a meio caminho entre as galáxias elípticas e espirais. De acordo com Robert Basset, eles se formam quando uma galáxia espiral não é mais capaz de produzir novas estrelas devido à falta de gás. As estrelas restantes então começam a interagir. A atração gravitacional os atrai um para o outro para formar uma espécie de lente.

Para estudar essas diferentes formas de galáxias, os pesquisadores usaram imagens 2D e dados sobre suas características, incluindo sua cor e a maneira como se movem.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.