Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Na China, startup lança aplicativo de reconhecimento facial para animais

Estás a ler: Na China, startup lança aplicativo de reconhecimento facial para animais

Há vários anos, o software de reconhecimento facial é usado pelas autoridades para rastrear fugitivos. A empresa chinesa Megvii, especializada em inteligência artificial, está trabalhando nesse sentido e presta seus serviços ao governo chinês.

Para expandir a sua atividade, a start-up decidiu limitar-se a seres humanos e oferece agora um novo software capaz de referenciar os animais de estimação de acordo com a sua cara.

Cão

Segundo o Abacus News, esse aplicativo permitiria que os donos registrassem seus animais de estimação em um banco de dados específico. Enquanto os humanos têm impressões digitais únicas, nos cães, são suas impressões nasais que os diferenciam.

Uma simples varredura do focinho do seu cão permitirá que você o salve em um banco de dados. Dessa forma, se ele se perder, você poderá encontrá-lo mais facilmente.

Um aplicativo eficaz

O novo software de reconhecimento facial para cães Megvii está disponível para download no celular. Para registar o seu cão, os donos só terão de tirar fotos do focinho do seu animal de diferentes ângulos. Os instantâneos serão imediatamente salvos e armazenados no aplicativo. Graças aos dados digitalizados coletados das fotos, a busca pelo cão perdido pode ser facilitada.

Segundo a empresa, o aplicativo já tem uma taxa de sucesso de 95%, pois mais de 15.000 animais foram encontrados graças a ele.

Além disso, além de ajudar os donos a encontrar seus companheiros, o aplicativo também pode ajudar o governo chinês a rastrear cães não registrados. Isso é para punir donos irresponsáveis ​​que deixam seus animais vagar pelas ruas.

Um novo conceito para proteger espécies endêmicas

A start-up chinesa não é a única a oferecer uma solução para proteger os animais. Nos Estados Unidos, softwares que seguem o mesmo princípio também são utilizados pelas autoridades de bem-estar animal. O aplicativo chamado “Finding Rover” também está equipado com “inteligência artificial que permite o reconhecimento facial de cães e gatos perdidos.

Indo mais longe nas pesquisas, especialistas também desenvolveram softwares que permitiriam combater o tráfico ilícito de animais ameaçados de extinção. Este é notavelmente o caso do software PrimNet que foi projetado pelo professor Anil Jain e seu aluno de doutorado Debayan Deb. Este aplicativo é usado principalmente para registrar macacos dourados e assim protegê-los com mais facilidade.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.