Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Os Estados Unidos acabam de autorizar a primeira pílula conectada no mercado

Estás a ler: Os Estados Unidos acabam de autorizar a primeira pílula conectada no mercado

o Estados Unidos acabam de dar um novo passo em direção a tratamentos médicos inteligentes. A Food and Drug Administration de fato autorizou a comercialização da primeira pílula conectada.

Desenvolvida pelo laboratório Otsuka e pela Proteus Digital Health, esta pílula incrível consiste em um tratamento medicamentoso e um sensor conectado feito de cobre, magnésio e silício.

Pílula conectada

Uma vez ingerida, a pílula poderá, portanto, emitir um sinal que será lido e interpretado por um adesivo colocado no lado esquerdo de sua caixa torácica.

Uma pílula conectada para rastrear tratamentos

Então, graças a uma simples conexão Bluetooth, o patch transmitirá todas as informações coletadas para um painel acessível online ou de um aplicativo móvel.

Com este sistema, os médicos poderão rastrear com precisão quando cada pílula é tomada. Esta pílula conectada permitirá que eles controlem que o paciente faça seu tratamento.

O processo é engenhoso e pode até ser formidável no contexto do tratamento crônico. Esta pílula de fato simplificará a vida dos pacientes, permitindo que eles monitorem com precisão as doses tomadas. Uma boa maneira de evitar descuidos, em suma.

Além disso, o produto limitará drasticamente o risco de overdose ao tomar sedativos ou analgésicos, por exemplo.

A FDA deu a sua aprovação

No entanto, a decisão do FDA não é totalmente desinteressada. De acordo com estudos realizados nos Estados Unidos, nem todos os pacientes seguem seus tratamentos à risca. Na verdade, existem até milhões deles tomando liberdades com as instruções dadas por médicos e farmacêuticos.

Embora seja difícil quantificar, os especialistas estimam o custo desses abusos em mais de cem bilhões de dólares por ano.

Como o Dr. William Shrank lembrou em uma entrevista ao New York Times, os tratamentos devem ser seguidos à risca para serem totalmente eficazes. Os pacientes que fazem o que bem entendem correm riscos e assim se expõem a tratamentos adicionais ou mesmo, nos casos mais graves, à hospitalização.

Resta esperar que esta pílula não leve a excessos… especialmente no lado dos seguros. Se tal sistema realmente se tornar difundido, então este último corre o risco de fazer tudo para obter acesso a esses dados.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.