Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Os tubos de lava de Marte e da Lua são 1000 vezes mais longos que os da Terra

Estás a ler: Os tubos de lava de Marte e da Lua são 1000 vezes mais longos que os da Terra

Em uma nova pesquisa, especialistas examinaram minuciosamente os tubos de lava no Havaí, nas Ilhas Canárias, na Austrália e na Islândia. Eles então compararam os dados obtidos com medições de faixas semelhantes observadas em outros objetos do sistema solar.

De acordo com os resultados, os tubos de lava de Marte e da Lua são mil vezes mais longos que os da Terra. No entanto, eles têm aproximadamente a mesma morfologia.

O estudo foi coordenado pelo espeleólogo Francesco Sauro, da Universidade de Bolonha, e pelo geólogo planetário Riccardo Pozzobon, da Universidade de Pádua. Ele ressaltou que essas cadeias de colapso são como portas ideais para exploração das cavidades subterrâneas desses mundos.

Os resultados, portanto, abrem uma nova perspectiva para exploradores planetários que visam particularmente a Lua e o Planeta Vermelho.

A equipe usou modelos digitais de terreno (DTMs)

Os tubos podem medir até 40 km. Todo o centro da cidade de Pádua poderia estar contido nele. Na Lua, seu volume total é estimado em cerca de um bilhão de metros cúbicos.

De acordo com os cálculos dos cientistas, os tubos marciano e lunar são, respectivamente, 100 e 1000 vezes mais largos do que os da Terra. Observe que as faixas de lava terrestre geralmente medem entre 10 e 30 metros de diâmetro.

É possível observar essas faixas de lava tanto na superfície da Terra quanto na de Marte através de sondas interplanetárias. A sua presença é indicada por cavidades lineares e cadeias de colapso sinuosas ao nível das fissuras nas galerias.

As cadeias de colapso são provavelmente o resultado de impactos de asteróides que perfuraram as paredes dos tubos. Para obter dados precisos sobre a morfologia das cadeias de colapso lunar e marciana, a equipe usou modelos digitais de terreno (DTMs).

Estes vêm de imagens estereoscópicas de satélite e altimetria a laser obtidas por sondas interplanetárias.

Escudos contra a radiação cósmica e solar?

Os cientistas acreditam que esses tubos de lava podem atuar como escudos contra a radiação cósmica e solar, bem como os impactos de micrometeoritos. Além disso, parecem ter implicações para a estabilização das temperaturas.

Por algum tempo, as cavernas na Lua e em Marte têm sido de interesse dos exploradores. É, portanto, de importância crucial estudá-los para realizar futuras explorações lunares e marcianas. Além disso, para isso, 36 astronautas de cinco agências espaciais receberam treinamento em espeleologia.

Recentemente, a ESA tem procurado desenvolver tecnologias para explorar essas cavidades lunares. A agência espacial está pensando em um sistema capaz de pousar na Lua para estudar os tubos mais de perto. No ano passado, lançou uma campanha de ideias com universidades e indústrias espaciais.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.