Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Pesquisadores descobriram DNA de 4 fitas em células humanas

Estás a ler: Pesquisadores descobriram DNA de 4 fitas em células humanas

Embora a forma mais conhecida de DNA encontrada em células vivas até agora seja a “dupla hélice”, os cientistas descobriram recentemente uma estrutura completamente diferente, uma hélice de 4 fitas chamada DNA G-quadruplex.

É uma equipe de pesquisadores, liderada pelo doutor Marco Di Antonio, do Imperial College London, que acaba de fornecer a primeira prova da existência dessa estrutura incomum de DNA em células vivas. Deve-se, de fato, saber que, mesmo que sua existência seja conhecida há algum tempo, encontrar DNA G-quadruplex em células vivas tem sido, até agora, impossível. Portanto, a pesquisa sempre foi feita em células mortas.

Fotos de fitas de DNA

Além da simples descoberta, esse tipo de DNA pode ter um papel importante na busca de tratamentos para várias doenças, incluindo o câncer. No entanto, os pesquisadores apontam que o DNA G-quadruplex também pode ser “tóxico para processos celulares normais”.

Uma estrutura estável criada por processos celulares normais

“Pela primeira vez, conseguimos provar que o DNA quádruplo existe em nossas células como uma estrutura estável criada por processos celulares normais”, segundo o Dr. Di Antonio. Uma estrutura cuja existência estaria associada a determinadas funções como a estimulação da produção de proteínas. O pesquisador acrescenta que agora é possível o “monitoramento em tempo real” dessa nova forma de DNA.

Para realizar este estudo, a equipe do Dr. Di Antonio desenvolveu e usou “um marcador fluorescente capaz de se ligar ao DNA G-quadruplex presente nas células vivas”, sem perturbar seu funcionamento ou seus papéis no ambiente celular.

E graças à “microscopia de molécula única”, eles melhoraram a técnica de observação, reduzindo consideravelmente o nível de marcadores usados, para concentrações “1000 vezes menores do que as usadas anteriormente”.

Para o tratamento de certas doenças, como o câncer

De acordo com os pesquisadores, as células cancerosas parecem conter mais DNA de quatro fitas. Portanto, os resultados deste estudo podem oferecer um novo caminho na busca de tratamento para essa condição específica.

“Com a capacidade de agora visualizar apenas um DNA G-quadruplex de cada vez, poderíamos acompanhar de perto seu papel em genes específicos e como eles são expressos no câncer. Esse conhecimento fundamental pode revelar novos alvos para drogas que interrompem o processo”, disse o Dr. Di Antonio.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.