Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Proibição de viagens ao exterior para funcionários do programa espacial russo

Estás a ler: Proibição de viagens ao exterior para funcionários do programa espacial russo

A guerra continua na Ucrânia e as sanções internacionais continuam a chover sobre a Rússia. Essas sanções não são, no entanto, as únicas ameaças que o país de Vladimir Putin deve enfrentar. O país está realmente passando por uma fuga de cérebros.

A fuga de cérebros é quando cientistas, médicos ou até pesquisadores de uma região decidem sair em massa, e esse é um fenômeno que não é novo na Rússia. No entanto, com as duras sanções econômicas e restrições à liberdade de expressão no país desde o início da invasão, um grande número de cidadãos russos está tentando sair.


Espaçonave russa em órbita
Créditos 123RF.com

Diante do risco de ver seus funcionários partirem e nunca mais voltarem, o chefe da agência espacial russa, Dmitry Rogozin, decidiu resolver o assunto por conta própria. Simplesmente proibiu esses funcionários de viajar para o exterior.

A ordem dada por Rogozin

Foi um jornalista de Moscou chamado Kamil Galeev que tomou conhecimento da ordem de Rogozin. Na quarta-feira, 9 de março, Galeev postou uma imagem mostrando o pedido em questão no Twitter. O documento data de 28 de fevereiro, ou seja, alguns dias após o início da invasão russa da Ucrânia.

O repórter acrescentou mais tarde que os guardas de fronteira receberam ordens para parar todos os especialistas em tecnologia e TI se tentassem deixar o país.

Um efeito prejudicial a longo prazo

Podemos dizer que esta é uma decisão lógica por parte de Rogozin se considerarmos suas ações desde o início desta guerra. Ele não tem vergonha de usar o Twitter para postar posts pró-Putin e antiamericanos. Ele até discutiu com pessoas do mundo da exploração espacial como o ex-astronauta da NASA Scott Kelly.

Por enquanto, a decisão tomada por Rogozin pode funcionar. No entanto, isso nem sempre funcionará e as consequências podem um dia ser desastrosas para o país.

De acordo com Nikolai Roussanov, professor de economia da Universidade da Pensilvânia, a longo prazo, a fuga de cérebros pode se tornar o maior problema enfrentado pela Rússia. Ele acrescentou que esse fenômeno se aceleraria, especialmente porque as instituições acadêmicas estrangeiras estão cortando laços com as da Rússia.

FONTE: Futurista

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.