Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Uber e Waymo vão colaborar em projeto de transporte de longa distância por caminhões autônomos

Estás a ler: Uber e Waymo vão colaborar em projeto de transporte de longa distância por caminhões autônomos

A empresa Waymo é bem conhecido por sua sistema de direção autônoma aplicado a vários tipos de veículos. Do lado dele, Uber atua no setor de transporte sob demanda, seja transporte de passageiros ou transporte de mercadorias. Recentemente, essas duas empresas assinou uma parceria estratégica de longo prazo no campo de transporte de mercadorias de longa distância por caminhões autônomos. Assim, a tecnologia de condução autônoma da Waymo será combinada com a rede deFrete Uber.

Segundo informações, quem vai comprar caminhões equipados com o sistema Driver Waymo poderá usar a tecnologia da Uber Freight. Isso significa que os proprietários de veículos poderão implantá-los na rede da Uber Freight para fazer entregas.


Uber Freight e Waymo
Créditos Uber Freight/ Waymo Via

Uber Freight é outra versão do aplicativo Uber regular. Destina-se a pessoas que desejam ter mercadorias entregues. O objetivo da parceria é ajudar os clientes a implantar caminhões autônomos com mais eficiência.

Rumo a uma rede de caminhões sem motorista

Com esta colaboração, Via Waymo, a divisão de caminhões da empresa, planeja alocar bilhões de quilômetros de capacidade de entrega sem motorista para a rede Uber Freight. Isto irá apenas dizer respeito ao transporte de mercadorias.

Uber e Waymo começarão testando a integração Waymo Via em uma frota de teste. Por enquanto, ainda não se sabe quando o serviço será implantado de forma mais ampla.

De qualquer forma, as duas empresas indicaram que permitir que sistemas autônomos lidem com viagens de longa distância permitirá um futuro em que os motoristas possam trabalhar distâncias mais curtas.

Um novo começo

Para alguns, essa nova colaboração entre Uber e Waymo pode parecer surpreendente. Com efeito, em 2017, Alfabeto, a empresa controladora da Waymo, processou a Uber por roubo de segredos comerciais por ex-funcionários. No ano anterior ao caso, a Uber havia adquirido uma start-up de caminhões autônomos chamada Otto. Esta start-up foi fundada por alguns ex-funcionários da Alphabet, incluindo um engenheiro chamado Anthony Levandowski.

De acordo com a Alphabet, Levandowski baixou mais de 14.000 arquivos confidenciais correspondentes aos vários sistemas da Waymo algumas semanas antes de deixar a empresa. Levandowski recebeu uma sentença de 18 meses de prisão em 2020, mas acabou sendo perdoado pelo presidente Donald Trump em janeiro de 2021.

Uber e Waymo chegaram a um acordo sobre o caso em 2018. Segundo relatos, foi depois que as disputas entre as duas empresas foram resolvidas que a Uber começou a considerar a ideia de trabalhar com a Waymo.

FONTE: Engadget

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.