Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Um estudo mostrou que a gordura pode se acumular nos pulmões, o que poderia explicar a ligação entre a asma

Estás a ler: Um estudo mostrou que a gordura pode se acumular nos pulmões, o que poderia explicar a ligação entre a asma

Um novo estudo publicado na última quinta-feira, 17 de outubro, no European Respiratory Journal, mostrou que a gordura também pode se acumular nas vias aéreas, nos pulmões. Essa descoberta poderia explicar por que certos problemas de saúde, como a asma, são frequentes ou mais graves em pessoas obesas ou com sobrepeso.

A equipe de cientistas, reunindo pesquisadores da Austrália, Nova Zelândia e Canadá, analisou dados de um projeto anterior.

Este último consistiu na coleta de tecido pulmonar de pacientes na cidade de Alberta, no Canadá, que haviam sido diagnosticados com asma e que haviam falecido recentemente. O conjunto incluía pessoas que morreram como resultado de sua asma e outras que morreram de causas não relacionadas a essa doença.

As amostras foram comparadas com amostras de controle de pessoas que não tinham asma e que morreram por diferentes causas.

Resultados do estudo

Os pesquisadores observaram ao microscópio mais de 1.300 amostras de paredes pulmonares retiradas de 52 pessoas. Assim, eles encontraram tecido adiposo nas amostras de todos os três grupos. No entanto, aqueles pertencentes a pessoas obesas ou com sobrepeso apresentaram, em média, mais gordura do que os demais.

Assim, quando o índice de massa corporal aumentou, houve maior chance de encontrar mais gordura nos pulmões. A partir das observações, um alto índice de massa corporal e uma grande quantidade de gordura pulmonar foram associados a maior espessura das paredes pulmonares e inflamação das vias aéreas.

Uma nova explicação

Existem muitas teorias que explicam por que as pessoas obesas são mais propensas a ter asma ou apresentar sintomas mais graves da doença. Por exemplo, há a presença de excesso de gordura no abdômen que pode contrair fisicamente os pulmões, impedindo-os de funcionar adequadamente durante um ataque de asma.

Outros pesquisadores também propuseram uma teoria de que a inflamação crônica relacionada à obesidade pode afetar as chances de uma pessoa ter asma ou a gravidade da doença. De acordo com os autores do estudo recente, suas descobertas não descartam essas teorias, mas adicionam uma nova explicação à lista.

A equipe por trás deste estudo sobre a gordura nos pulmões disse que ainda são necessárias muitas pesquisas para confirmar a ligação encontrada. Os pesquisadores também disseram que os estudos de tecido adiposo dos pulmões de pessoas vivas já estavam em andamento. Estudos futuros também podem testar se a perda de peso pode ajudar a reduzir o risco de asma e a gravidade da doença.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.