Aprenda a Ganhar Dinheiro do seu Jeito na Internet!

Um Yellowstone pode estar escondido no Alasca

Estás a ler: Um Yellowstone pode estar escondido no Alasca

O Arco Aleuta do Alasca pode conter um supervulcão comparável em tamanho ao Yellowstone, afirma um novo estudo. Se esta hipótese for verdadeira, então o mundo terá que enfrentar uma nova ameaça particularmente importante.

Geólogos de várias instituições americanas acreditam ter encontrado uma versão de Yellowstone no Alasca. Localizadas perto do Monte Cleveland (também conhecido como Cleveland Volcano) no sudoeste do Alasca, as Ilhas das Quatro Montanhas têm outros cinco vulcões.

Hoje, a maioria está adormecida, mas isso não impede os vulcanologistas de estudá-los de perto para descobrir se eles representam uma ameaça ou não. Com base nessa análise, pesquisadores americanos compilaram um relatório de que os montes Cleveland, Carlisle, Herbert, Kagamil, Tana e Uliaga constituem a extremidade de uma grande câmara de magma.

Segundo os geólogos, esses vulcões poderiam formar um único supervulcão tão grande quanto o de Yellowstone.

Uma caldeira sob as ilhas de Quatre-Montagnes?

Como relata o Science Alert, esta região pode esconder uma caldeira. Uma caldeira é uma grande depressão circular ou elíptica formada pelo colapso de uma câmara de magma após uma erupção. Em geral, esse colapso leva ao acúmulo de pedregulhos em um poço vazio. E, em alguns casos, bolhas de gás podem ficar presas nas rochas.

Os cientistas apresentarão em breve seu relatório como parte da Reunião de Outono da American Geophysical Union (AGU) 2020. Certamente, nada ainda prova a existência de uma caldeira nesta região do Alasca, mas os pesquisadores afirmam ter pistas que parecem confirmar suas previsões. Por exemplo, a natureza dos gases que escapam do Monte Cleveland e a forma como os topos de várias montanhas estão dispostos sugerem a existência de uma grande câmara de magma abaixo da superfície.

Um supervulcão comparável ao de Yellowstone?

O arco das Aleutas do Alasca, que se estende do mar de Bering até a costa russa, poderia, portanto, esconder um monstro de tamanho próximo ao do supervulcão de Yellowstone. Por mais preocupante que pareça, os pesquisadores dizem que preferem interpretar os dados já disponíveis com cautela. Antes de nos avisar, outras informações devem ser coletadas. Seja como for, os estudos mais aprofundados que em breve serão realizados na região deverão permitir-nos conhecer melhor o comportamento dos vulcões das ilhas Quatre-Montagnes.

~~~~~~~~📱~~~~~~~~

PCtg.net é o lugar perfeito para encontrar as últimas notícias e análises sobre gadgets e aplicativos de tecnologia, bem como dicas e truques sobre como tirar o máximo proveito de sua tecnologia.